Confraria do Pasmado

Blocos

Descrição

Uma história de samba, marchinhas e axé – mas muito samba mesmo. Uma história de um bloquinho de rua que estreou em 2007, pelas ruas da Vila Madalena, e no último Carnaval reuniu quase 25 mil pessoas.

Na verdade, a história da Confraria do Pasmado remete ainda mais longe, em 2003, em uma roda de samba de estudantes da USP. Em quatro anos, tornaram-se um bloco de Carnaval e em seis anos de bloco, se tornou um dos mais populares e tradicionais da cidade de São Paulo.

Eles declaram fazer um Carnaval muito específico, o anarco-carnaval: todo tipo de samba entra na apresentação e todo tipo de samba vale. Samba-axé, samba-canção e samba-enredo. Se é samba a gente gosta. “A gente” porque o bloco é para todo mundo: amigos, família e crianças.

De lá para cá, as regras não mudaram: tem que ir de peito aberto, samba no pé e fantasiado. Mas tem que ter muito samba no pé mesmo.