Blocoroca

Blocos

Descrição

Chegou a hora de usar a agulha do ponto cruz para bordar os paetês naquela roupinha ousada que você comprou em 62 e nunca usou porque tinha vergonha. Vestir esse corpinho enrugado e cheio de ternura para desfilar com orgulho neste “Ritmo de Festa”, afinal, quem nasceu para ser Panicat jamais será uma Chacrete, meu bem.

Alonga as pernocas, separa as muletas e capricha no Ultracorega. Leva seu corpo e sorriso para a rua. A velhice pega, mas a reza é forte. O bloco mais cartela cheia deste país tem aquele cheirinho saudoso de naftalina.